mercoledì 30 giugno 2004

Rodrigo Leão - Cinema

Depois dos álbuns de estúdio “Ave Mundi Luminar” (1993), “Mysterium – EP” (1995), “Theatrum” (1996), “Alma Mater” (2000), e “Pasión” (2001) ao vivo, a Sony Music editará o novo registo de originais de Rodrigo Leão – Cinema – a 28 de Junho. À semelhança do disco anterior, Rodrigo volta a partilhar a produção e arranjos com Pedro Oliveira (Sétima Legião) e Tiago Lopes.
“Cinema”, uma provável banda sonora imaginária de “cinema de autor”, acaba por reflectir nas suas diversas dimensões – musical, poética e linguística – os traços distintivos de uma contemporaneidade claramente “europeia” e urbana, suportados por um conjunto de códigos e referências únicos, no fundo a música de Rodrigo Leão, e que é agora possível perceber na diversidade e qualidade de composições deste álbum: pelos diferentes idiomas utilizados, no ecletismo dos arranjos e sonoridades, na diferenciação dos formatos instrumental e canção, bem como pela escolha esclarecida de músicos e convidados.
O primeiro single do novo disco, “Rosa”, nome da filha de Rodrigo Leão, contou com as participações de Ryuichi Sakamoto (piano) e da cantora brasileira Rosa Passos (voz). Sakamoto colabora ainda com uma composição original de piano, acompanhado pela gravação das primeiras palavras ditas pelo filho de Rodrigo Leão, António, título da faixa.
O álbum conta igualmente com as participações vocais de Beth Gibbons em “Lonely Carousel”, autora do poema da canção, assim como de Helena Noguerra - cantora, escritora e actriz de ascendência Luso-Belga - nos temas “Jeux D’Amour” e “La Fête”, e ainda de Sónia Tavares dos Gift, presença nos temas “Deep Blue”, “L’Inspecteur” e “Happiness”.

1 commento:

helnorota ha detto...

Un disco stupendo...non c'è altro da dire..

Posta un commento